Francisca Julia - Musa Impassível II





Francisca Julia - Musa Impassível II


Ó Musa, cujo olhar de pedra, que não chora,

Gela o sorriso ao lábio e as lágrimas estanca!

Dá-me que eu vá contigo, em liberdade franca,

Por esse grande espaço onde o impassível mora.


Leva-me longe, ó Musa impassível e branca!

Longe, acima do mundo, imensidade em fora,

Onde, chamas lançando ao cortejo da aurora,

O áureo plaustro do sol nas nuvens solavanca.


Transporta-me de vez, numa ascensão ardente,

À deliciosa paz dos Olímpicos-Lares

Onde os deuses pagãos vivem eternamente,


E onde, num longo olhar, eu possa ver contigo

Passarem, através das brumas seculares,

Os Poetas e os Heróis do grande mundo antigo.


Francisca Júlia da Silva Munster (1871-1920)

foi uma poetisa brasileira.









Conteúdo correspondente: